Com o crescimento do mercado devidamente registrado em números e boas perspectivas para um futuro próximo, o momento é ideal para fazer um investimento imobiliário.

Tradicionalmente uma forma rentável e segura de multiplicar o capital, o investimento imobiliário também tem seus riscos, como qualquer outro negócio.

Por isso, é muito importante ficar atento a alguns detalhes e dicas para potencializar seu investimento. Veja o que é preciso saber para se tornar um investidor de sucesso.

Como fazer um investimento imobiliário

A forma mais comum de fazer um investimento imobiliário é através da aquisição de um imóvel. Essa chamada compra direta pode ser usada de duas formas para conseguir lucro.

A primeira é através da locação do imóvel. Isso é bastante simples: basta alugar o bem e gerar uma renda passiva mensal.

O valor arrecadado todos os meses pode ser utilizado para comprar um outro imóvel aumentando o patrimônio ou como segunda renda para fazer o que quiser.

Nesse caso o aluguel será corrigido anualmente por um indicador, que geralmente é o Índice Geral de Preços do Mercado, o IGP-M.

A segunda forma é aguardar o imóvel valorizar e vendê-lo no futuro por um preço maior. Dessa forma o dinheiro investido é recuperado com lucro, já que a tendência geral do mercado imobiliário é a valorização.

Onde investir

Há várias formas de investimento imobiliário através da compra direta. É possível investir em imóveis na planta, usados, comerciais ou residenciais, rurais, imóveis de luxo etc.

O melhor modelo vai depender da sua disponibilidade monetária e do seu objetivo final com o investimento. A melhor forma de descobrir o que mais tem a ver com o seu perfil é através de uma boa assessoria imobiliária.

Através dela é possível fazer uma análise do mercado e determinar as melhores oportunidades de negócio para a sua meta na sua região.

Outras formas de investimento imobiliário

Além da compra direta, há outras formas de fazer um investimento imobiliário. Conheça as principais:

Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários são uma alternativa bastante interessante para quem não tem capital suficiente para comprar imóvel, mas sim para adquiri cotas de um empreendimento.

Assim, é possível fazer um investimento imobiliário em um shopping, hotel, prédio comercial, condomínio residencial ou até uma agência bancária, por exemplo.

Assim, o investidor recebe mensalmente a sua parcela equivalente ao valor investido. É possível comprar praticamente qualquer quantidade de cotas, então o você recebe o correspondente à sua participação naquele negócio.

Nesse tipo de investimento imobiliário as grandes vantagens são a liquidez diária e a flexibilidade. É possível comprar mais cotas ou vender as suas, saindo do negócio a qualquer momento.

Títulos de crédito imobiliário

Outra forma de investir no mercado é através dos títulos de credito imobiliário. É como se o comprador do título emprestasse ao banco uma determinada quantia e, com ela, a instituição financiasse tanto a construção quanto a compra de imóveis por outras pessoas.

Ou seja, são títulos de renda fixa lançados por bancos e demais instituições financeiras e lastreados em créditos imobiliários. Há três tipos principiais deles:

  • Letras de Crédito Imobiliário (LCI) – Financiam diretamente as empresas do mercado imobiliário. As LCI são isentas de imposto de renda, o que faz com que muitas vezes seu rendimento líquido supere o do CDB.

Uma grande vantagem é a garantia de até R$ 250 mil para investidores pessoa física através do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

  • Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI) – Garantem o direito de receber o pagamento dos empréstimos tomados por empresas do setor, como incorporadores e imobiliárias. São do tipo securitizador, mas ainda assim há um certo risco de calote.

Além disso, como não é protegido pelo FGC e tem a liquidez mais baixa. No entanto o rendimento costuma ser bom, já que geralmente está atrelado à TR, IGP-M ou IPCA.

  • Letras Hipotecárias (LH) – Esses títulos de renda fixa são lastreados a cartas hipotecárias. Quanto mais longo o período, melhores os ganhos, tendo prazo mínimo de aplicação de 6 meses. Também têm baixa liquidez no mercado e não têm proteção do FGC. Mas como são atrelados a indexadores – CDI, TJLP ou TR – costumam ter bom rendimento.

Vantagens do investimento imobiliário

Há muitas vantagens no investimento imobiliário. Tradicionalmente é o setor mais seguro da economia, o que menos sente e o que demora mais a sofrer com uma crise, por exemplo. Veja algumas vantagens:

  • Segurança – Imóveis têm sempre valor agregado – em maior ou menor grau. Há sempre a possibilidade de vender com boa margem de lucro;
  • Valorização – Sabendo escolher bem o imóvel para investimento, a valorização pode ser surpreendente. Por isso uma boa assessoria imobiliária é fundamental;
  • Variedade – Há uma variedade imensa de imóveis em relação a localização, tipos, tamanhos e valores. Um apartamento na praia, por exemplo, pode ter locação fixa ou por temporada, ampliando sua funcionalidade. Há sempre muitas opções de uso.
  • Liquidez – Dependendo da localização do imóvel, a valorização e a liquidez são maiores. É o caso de bem sem pontos turísticos, no litoral, em áreas nobres, empreendimentos de alto padrão etc.

Como fazer um bom investimento imobiliário

Como tudo na vida, o investimento imobiliário também depende de uma boa estratégia. Veja algumas das mais utilizadas por investidores de sucesso:

Seja proativo – Diversifique seus investimentos. Aproveite um bom resultado para fazer outras aplicações. Use o capital obtido para reaplicar em outro imóvel sem precisar injetar dinheiro. É o ganho sobre ganho. Quando começar a ter mais experiência no setor, diversifique suas aplicações, sempre contando com a ajuda de uma boa assessoria especializada.

Não esqueça dos custos embutidos – Contabilize sempre todas as despesas, como ITBI, taxas, custos de cartório e comissão do corretor. Juntando tudo, pode chegar a 10% do valor do imóvel.

Direcione seu investimento imobiliário para o público-alvo certo – Planeje-se. Defina seu público-alvo e o estude bem para tomar ações cada vez mais assertivas.

Com essas dicas você está pronto para iniciar seus investimentos imobiliários. Mas não comece sozinho. Potencialize suas chances de sucesso contando com uma assessoria especializada.

Na Mirantte você encontra os melhores profissionais para prestar todo o tipo de orientação que precisar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *