Golden Visa Portugal

Portugal ganha cada vez mais destaque no mercado imobiliário europeu, atraindo investidores de diversas partes do mundo. Lisboa, por exemplo, está no topo do ranking anual Emerging Trends in Real State. Uma das alavancas que têm impulsionado o setor é o Golden Visa Portugal, como é conhecido o Programa de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI). Conheça mais sobre o assunto e descubra um verdadeiro mundo de oportunidades.

Golden Visa Portugal

O que é o Golden Visa Portugal

Localização privilegiada, crescimento econômico, estabilidade política, preço dos imóveis consideravelmente baixo, retorno sobre investimento considerado excelente e qualidade de vida acima da média. Portugal é hoje considerado um dos melhores países da Europa para morar.

Tantas vantagens têm atraído um número cada vez maior de pessoas, especialmente brasileiras, que se beneficiam das facilidades do idioma e de ser país irmão. No entanto, junto a todos esses motivos, outro, muito forte, têm atraído investimentos imobiliários no país: o Golden Visa.

O Programa de Autorização de Residência para Atividade de Investimento (ARI) foi criado em 2012 e autoriza que o investidor resida em Portugal e circule pelo espaço Schengen.

Fazem parte do espaço Shengen Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

Como funciona o Golden Visa Portugal

Desde que foi lançado, o Golden Visa Portugal já concedeu mais de 4.500 vistos, sendo o mais popular da Europa. O Brasil está entre os países que mais participam do programa. A ideia é atrair investimentos para a economia portuguesa, com valores e áreas de atuação variados.

Um dos setores mais procurados é o imobiliário, no qual o investidor pleiteia a residência portuguesa através da compra de um imóvel de valor mínimo de 500 mil euros.

Após apresentado o pedido, a autorização leva entre 4 e 6 meses para sair, com validade de 1 ano, renovável por dois períodos subsequentes de 2 anos.

Vantagens do Golden Visa Portugal

Uma vez concedido o Golden Visa, o investidor e sua família podem desenvolver qualquer atividade em Portugal, sem qualquer restrição. É possível abrir um negócio, trabalhar em alguma empresa, estudar, ou apenas viver no país.

Outra vantagem é que o Golden Visa Portugal não exige que o proprietário/investidor more no imóvel durante todo o ano. Na verdade, a exigência é que ele passe no mínimo uma semana durante o primeiro ano e duas semanas a cada 2 anos.

É o investimento perfeito para quem não pretende sair do Brasil mas quer blindar seu capital em um mercado sólido e lucrativo. Também é possível circular livremente pelos países da União Europeia, da qual Portugal faz parte.

O Visto Gold Portugal pode ser solicitado para o cônjuge do investidor, inclusive companheiros em união estável; filhos menores de idade ou maiores de idade se estiverem estudando dentro ou fora de Portugal e que sejam dependentes econômicos dos pais.

Também é possível pedir para os pais, tanto do requerente quanto do cônjuge, que tenham dependência econômica do titular.

Golden Visa Portugal não dá direito à cidadania

No entanto, ao contrário do que muitas pessoas imaginam, o visto não dá direito a viver em outros países da Europa – nem dá cidadania portuguesa.

Ou seja, o investidor e sua família não passam a ter passaporte português. O visto apenas concede o direito temporário de viver e exercer atividades em Portugal e transitar pelos países da União Europeia.

No entanto, após o quinto ano de residência com o Golden Visa Portugal é possível, sim, pleitear a mudança de nacionalidade. A cidadania, no entanto, não é uma concessão automática para quem já tem 5 anos de Golden Visa.

Muito pelo contrário. Há todo um conjunto de questões subjetivas que são analisadas, incluindo uma real integração à comunidade portuguesa.

São analisados, por exemplo, os laços econômicos criados, o afeto desenvolvido com os portugueses e até mesmo a fluência em português.

O último quesito está longe de ser problema para os brasileiros, claro. No entanto, um russo, chinês ou escandinavo que se mostrar fluente no idioma com certeza estará demonstrando uma integração bastante forte com a comunidade.

Quem pode solicitar o Golden Visa

Qualquer pessoa de nacionalidade não-europeia pode solicitar o Golden Visa através de investimento no país. A compra de imóvel é a forma mais comum, representando 98% dos vistos já concedidos, principalmente devido ao excelente retorno.

Atualmente a média de valorização dos imóveis está em torno de 10% ao ano e a perspectiva dos especialistas é que se mantenha assim pelos próximos anos.

Outro ponto interessante é que não é preciso comprar um único imóvel no valor de 500 mil euros. O investimento pode ser feitos em quantos imóveis quiser. No entanto, a requisição do Golden Vida Portugal só pode ser feita após a quantia total exigida ser alcançada.

Segundo as regras do programa, depois que fizer a solicitação e apresentar toda a documentação exigida, há 15 dias para comprovar o total do investimento.

É ainda possível solicitar o Golden Visa Portugal com investimento inferior se o imóvel estiver em área oficialmente reconhecida como de baixa densidade populacional. Nesse caso, o valor cai para 400 mil euros.

Já nos grandes centros, desde que o imóvel tenha mais que 30 anos ou esteja em uma área de reabilitação urbana, o investimento também cai, nesse caso para 350 mil euros.

Agora que você já sabe como funciona o Golden Visa Portugal, que tal conhecer alguns imóveis perfeitos para garantir seu investimento?

A Mirantte trabalha com muitos imóveis no país, conta com corretores especializados e presta assessoria durante todo o processo. Venha conversar e saber mais sobre essa grande oportunidade de investimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *