VISTO EB5

Pensando em morar nos Estados Unidos? Para quem pretende empreender por lá o país facilita a obtenção do Green Card através do visto EB5, mas é preciso atenção para as regras, que mudaram em abril de 2017. A principal mudança está no valor mínimo a ser investido no país, mas os benefícios com certeza compensam o investimento. Veja agora o que é, como ficaram as regras para conseguir o visto EB5 e descubra porque o Brasil está entre os cinco países que mais recebem visto EB5 no mundo.

Visto EB5

O que é o visto EB5

Você sabe que há vários vistos para entrada e permanência nos Estados Unidos, para estudantes, turistas etc. O visto EB5 é um dos mais utilizados para quem quer comprar imóvel nos EUA para morar. Através dele empreendedores investem em algum ramo de negócio no país e conseguem o Green Card, o certificado de residência permanente nos EUA.

O visto EB5 foi criado em 1990 pela Lei de Imigração e Nacionalidade (INA) e em cerca de 1 ano concede o Green Card provisório para o requerente, cônjuge e filhos. O visto definitivo normalmente sai em dois anos.

A grande vantagem do visto EB5 é que o requerente pode comprar casa e viver nos Estados Unidos com toda a tranquilidade, sem a necessidade de estar atrelado a alguma empresa, como exigem os vistos L1 e E2, por exemplo.

O visto EB5 faz tanto sucesso entre os brasileiros que o Brasil, de acordo com o próprio governo americano, está entre os cinco países que mais recebem este tipo de visto.

Regras para obtenção do visto EB5 mudaram em abril de 2017

Anteriormente a regra para obter o visto EB5 determinava que o estrangeiro investisse um valor mínimo de US$ 500 mil em negócio próprio ou estruturado. A regra determina também que o empreendimento seja administrado por terceiros e que resulte na criação de pelo menos dez novos postos de trabalho. Desde 28 de abril de 2017, no entanto, o valor mínimo para investimento é de US$ 1,3 milhão.

Entenda como é o processo para obtenção do visto EB5

Esse investimento deve atender critérios legais muito restritos e o montante não pode ser aplicado em qualquer lugar, mas sim em polos previamente aprovados pelo governo americano para receber investimento de estrangeiros. A ideia é que esse dinheiro fomente o crescimento e gere desenvolvimento para o país através da geração de novos empregos.

Também não basta chegar lá com o dinheiro no bolso e dizer que quer aplicar em algum desses negócios. O governo americano faz uma ampla pesquisa me nome do solicitante para confirmar a sua idoneidade e a origem legal do dinheiro a ser investido. Tudo é então anexado ao processo para aprovação e concessão do visto EB5.

Como escolher onde aplicar

Nos polos de investimento autorizados pelo governo americano há vários ramos de negócio. Consultorias especializadas podem ajudar o investidor a encontrar o que melhor se encaixa no seu perfil e também a estruturar um plano de negócios.

Alguns preferem negócios arrojados, porém que ofereçam segurança, outros priorizam projetos do próprio governo americano. O ideal, no entanto, é definir um nicho que ele possa acompanhar de perto todas as etapas do projeto.

Ainda que o visto EB5 seja mais procurado para obtenção do Green Card, há muitos negócios realmente bastante lucrativos, com remuneração entre 6% e 8% ao ano. Os riscos são elevados por serem investimentos arrojados, mas também há rentabilidades menores com maior solidez.

Cotas de projetos altamente rentáveis praticamente somem do mercado

Por outro lado, há vários projetos sendo lançados no mercado abertos ao visto EB5 cujas cotas têm desaparecido rapidamente do mercado. O motivo é simples: tanto suas garantias quanto rentabilidade são realmente muito boas, o que têm atraído muito capital estrangeiro.

Para aproveitar essas oportunidades a sugestão dos especialistas é que haja um estreitamento entre o investidor e consultores, e que o capital fique em disponibilidade.

Mesmo que o pedido de visto EB5 seja rejeitado, o máximo que pode ocorrer é perder o valor correspondente aos honorários do profissional da consultoria. O dinheiro retorna integralmente para o investidor.

De acordo com o governo americano, até 30 de setembro de 2016, haviam sido emitidos 150 vistos EB-5 para brasileiros. Esse número é praticamente o quíntuplo do que o registrado no ano anterior, quando foram emitidos 34 vistos.

Em quinto lugar no ranking dos países que mais têm vistos EB5 concedidos, o Brasil fica atrás apenas da China, Vietnã, Coréia do Sul e Formosa (Taiwan, China), ultrapassando a Índia.

Já pensou que o visto EB5 pode ser uma excelente oportunidade para morar com toda a tranquilidade nos EUA e ainda fazer um excelente investimento? Encontre sua casa em Miami agora mesmo na Mirantte e invista na sua qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *